A tragédia do tamanduá (Parte II)

Afonso Lopes Moitinho
subdelegado do lugar
pediu ao juiz da comarca
para os dois trancafiar

O público e o privado
se misturam nessa hora
é assim que funciona
o sistema desde outrora

Atendendo aos interesses
de um correligionário
o juiz expede a ordem
para o chefe mandatário

De posse do mandato
Afonso Lopes Moitinho
seguiu com trinta homens
prá fazenda Pau de Espinho

Lá chegando à meia noite
pedindo ao oficial
que lêsse o tal mandato
cercando todo o local

Os ”meninos” acamados
pela febre intermitente
decidiram alí morrer
á entregar-se àquela gente

Sabiam que a morte
era coisa iminente
pois lá fora se encontrava
um inimigo potente

Às seis horas da manhã
portas foram ao chão
vários tiros disparados
de garruncha e mosquetão

O povo das redondezas
saíu em disparada
com mêdo do barulho
daquela ”trovoada”

No meio deste alvoroço
gritava um tabaréu
“- é o inferno que subiu,
para engolir o céu”

Trinta homens atirando
mataram dois acamados
por vingança e crueldade
são os fatos registrados

Ao ver os filhos mortos
Lourença, a mãe, se desespera
põe prá fora os assassinos
investindo feito fera

Após a consumação do ato
covarde e brutal
a mãe apanha os corpo
e carrega um animal

Segue firme prá Conquista
a matriarca familiar
e diante de autoridades
passa então a desabafar

– “Aqui estão os meus filhos
que vocês mandaram matar
comam os seus corpos, urubús,
ou, alguém, mandem enterrar”

Calixto estava ausente
no dia deste episódio
e ao saber do ocorrido
mordeu-se todo de ódio

Afonso Lopes Moitinho
já se sentia vingado
dos irmãos, que de facão,
um dia o havia cortado

O que ele não previa mas,
era de se esperar
Que Calixto irmão dos mortos
iria também se vingar

Todo ato de vingança
se supera em horror
sendo sempre mais cruel
do que o ato gerador

As cartas estavam dadas
o jogo sendo jogado
O SANTO LENHO enfrentaria
O ANJO DA MORTE zangado.

Josafá Farias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s