Vagabundo-Homem

 

Entre o paralelepípedo
E o asfalto seco
Há sarjeta onde repousa
Homem de pele parda

Veste-se de paletó azul
Mantém uma das mãos
Enfaixadas em tecido
Indefinido pelas cores de suor pegajoso

Encolhe-se na posição fetal
Pés descalços
Restos de lama
Comida ardida ao rosto

Dorme, dorme profundamente
Esta criatura embriagada
Em poucas doses de teor alcoólico
Ou num Crack firme de dependência pensada

Assim é embalado
Pelo ronco dos motores
Pela movimentação febril
Pelos gritos dos vendedores de feira

Será assim possível se conceber?
Homem feito de carne, músculos e ossos
Preso aquele canto de rua
Com estatura abaixo das solas humanas

Lado desumano do humano
Consegue comentar freneticamente
No assovio dos “filósofos” de botequins
As quantas andam as canduras dos inocentes

São párias em desuso
Os argutos da inteligência alheia
Quando perfazem sem brilho
Os verdadeiros nomes de los hermanos

Carlos Maia

Do alicerce a cobertura

Marretas e martelos
Levantam espigão concreto
Solavancos piramidais
Força do muque operário

São ossos do ofício
Dos que labutam prensados
Nos andaimes de edifícios
Buscando trabalho pago

São eles braçais
Com muitos nomes
Capacetes amarelos, azuis
Macacões cinzentos

São operários
Da minha rua
Lutando para por em pé
Andares de puro suor

Arriscando a vida
Vão eles dia a dia
Esquentando a bóia
Amaciando a ira

Carlos Maia 

Rejuvenescer

Nunca fez tanta falta
Vibrantes da foice
Quando o socar do martelo
Acrescenta à ebulição

Levantam-se massas
Em Tunísia, no Egito
Europa e América
Por causas confusas

Abate-se o pranto
Com apelos ao combate
Sem certeza das metas
Para manter a luta

Vibra! Vibra! Vibra!
Ferramentas proletárias
Quando o amanhã despontar
No longínquo hoje

Nada fácil igualar
Anseio da luta de classes
Com plano tático-estratégico
Por um mundo comunista

Mas de todos faz-se vítimas
Durante a necessidade superadora
Em programar a marcha
Do acasalamento teórico com a prática

Odisseu Aranha da Roseira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s