BANDITISMO

Foi publicado na área de download https://opopgerminal.files.wordpress.com/2011/03/banditismo.pdf o texto com o titulo BANDITISMO:

Para início de conversa, com a palavra Eric Hobsbawm no seu livro Bandidos.

Nas montanhas e nas florestas, bandos de homens violentos e armados, fora do alcance da lei e da autoridade (tradicionalmente, mulheres são raras), impõem suas vontades  a suas vítimas, mediante extorsão, roubo e outros procedimentos. Assim, o banditismo desafia simultaneamente a ordem econômica, a social e a política, ao desafiar os que têm ou aspiram ter o poder, a lei e o controle dos recursos. (Pag. 21). […] Portanto, como fenômeno específico, o banditismo não pode existir fora de ordens socioeconômicas e políticas que possam ser assim desafiadas. […] nas sociedades sem Estado onde a lei assume a forma de rixas de sangue (ou de acordo negociado entre parentes dos culpados e os das vítimas) os que matam não são proscritos, e sim, por assim dizer, beligerantes. Só se transformam em proscritos e são puníveis como tais onde são julgados de acordo com um critério de ordem pública que não é o seu. (Pag. 22). Esse é o significado histórico do banditismo nas sociedades com divisões de classe e Estados.

 

Anúncios